abstract

abstract
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=107625575

quarta-feira, agosto 31, 2011

segunda-feira, agosto 29, 2011

Noiva de Branco...



A dor de depender de algo que você sabe que vai te destruir é quase mortal, pensar nas pessoas que você ama, alienadas ao seu sofrimento, você se cala, se fecha mais para o mundo, e se volta para seu mundo destrutivo, onde dor, humilhação, e incapacidade predominam.
Você se sente a cada dia mais só, e sua única companhia é ela, sempre de branco esperando por você, sim ela que não te abandona, está sempre ao seu lado, trabalhando seu consciente e inconsciente, ela... Sua euforia e sua destruição.
O mundo todo se torna pequeno, muitos vão até o fim do horizonte, outros decidem por escolhas mais difíceis. Escolhas que irão mudar seus passos irão magoar pessoas que você ama.
Conheci poucos que saíram dessa noiva de branco sozinhos, pois ela te ama tanto que te dá forças pra continuar, sempre só pedindo em troca seu corpo e sua alma.
A conheci, ela é incrível, amorosa, forte e sabe como te deixar feliz, ela te dá o que você precisa, foi então que parei a pensar... O que eu precisava? Tinha tudo, principalmente amor, carinho de uma pessoa linda.
Motivos?? Sim motivos existem milhares para você se casar com a noiva de branco, suas decepções suas amarguras, suas fraquezas, ah! as fraquezas do ser humano é onde está à força dela, ela sabe como tirar suas dores e você se apaixona logo no primeiro dia, é um amor à primeira vista amor ilógico, mais é amor.
Com o tempo ela vai dominando seus sentidos, ocupa-se de sua alma, e te faz sofrer, te faz ver, o quanto você foi imaturo, pensando que sua vida se resolveria, que seus problemas se desfizessem para sempre, então percebe-se que existem dois mundos paralelos, o seu e o que você divide com ela.
Então seu coração começa a se despedaçar, sangra e dói, você precisa dela, depende dela e se outro mundo depende de você...
Seus sentidos se tornam escuros, e suas pegadas são apagadas, deixando o caminho de volta sem pistas. Sua alma acorrentada, tenta se livrar das correntes pesadas e enferrujadas.
Suas forças se esgotam, e te leva a assumir seu cativeiro, Eu estava aprisionado e me veio à mente algo, que me fez repensar. Mesmo cheio de dor e me sentindo um fracasso, decidi que não poderia voltar ao mundo dos vivos sozinho. No inicio relutei tentando, acreditando ser capaz, sempre fui forte, já passei por tantas dores que até perdi a conta, seria mais uma provação? Não, não é provação muito menos expurgação mais sim uma dependência nociva da noiva de branco.
Decidi que só eu não iria me reencontrar, após longos dias de uma batalha interior, decidi pedir ajuda a uma pessoa que amo, amor real, vida de minha vida.
Mesmo a vergonha de assumir minha traição, encontrei forças e contei a verdade, dolorosa verdade.
Vi suas lagrimas rolando por sua face, lágrimas de desapontamento, de dor e de perplexidade, como conter as minhas lágrimas?  Não pude e deixei que elas também falassem por mim.
Depois de pedir desculpas a minha amada, ela prometeu me ajudar a estirpar a noiva de branco que me acorrentou e me fez tanto mau, não é fácil se livrar garanto que não é, principalmente se você estiver só.
Deixe alguém a quem você ama te ajudar, procure consolo e carinho, peça desculpas pela sua fraqueza e se tiver sorte como eu tive, será amparado e acolhido no colo, sentindo seus cabelos sendo acariciados, a voz doce que sussurra... Estou aqui, vou te libertar dessa maldita noiva de branco, e você vai ver que não é fraco como acredita, que apenas se perdeu e encontrou o caminho de volta.

By: :Elvis R. Jz™

Este poema eu dedico ao único e verdadeiro amor da minha vida!!!

segunda-feira, agosto 15, 2011